Depois de um grande avanço, Maracajá recuou no IDMS

Depois de um espetacular salto de 2012 para 2014, Maracajá recuou para 0,550 no último levantamento

Maracajá

Maracajá

Maracajá tem Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável bem abaixo da média estadual, e mostra trajetória oscilante na série histórica do IDMS. De 2012 para 2014, o índice teve um espetacular salto, passando de 0,500 para 0,570.

Já em 2016, recuou para 0,550. Com isso, Maracajá caiu para a 243ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses. Seu melhor desempenho no IDMS 2016 está no aspecto Político Institucional, graças à boa avaliação da gestão pública e das finanças municipais.

No aspecto Sociocultural, apresenta sua maior pontuação na Habitação e a menor na Saúde. No aspecto Ambiental, a avaliação (0,243) não evoluiu e continua entre as mais baixas do estado. Na Economia, a cidade viu a prosperidade local encolher de 0,600 para 0,527, nos últimos dois anos.