Expovale 2017 gera negócios e potencializa economia de Capinzal e região

Feira contou com a participação de 88 expositores e recebeu cerca de 30 mil visitantes durante os três dias de evento

Deputado Romildo Titon ao lado do prefeito Nilvo Dorini - Foto: Miriam Zomer/Agência AL

Deputado Romildo Titon ao lado do prefeito Nilvo Dorini - Foto: Miriam Zomer/Agência AL

Considerada uma das maiores feiras multissetoriais de Santa Catarina, a Expovale, realizada entre os dias 17 e 19 de novembro, em Capinzal, no Meio Oeste, recebeu aproximadamente 30 mil visitantes durante os três dias de evento. Com uma ampla programação voltada para mostra de produtos das indústrias, empresas e agropecuaristas, a feira, realizada bienalmente no parque de exposições Domingos Pellizzaro, visa potencializar a economia da região.

Promovida pela prefeitura e pelo Sindicato Rural de Capinzal, com o apoio de outros parceiros como a Assembleia Legislativa, a Expovale Capinzal 2017 alcançou mais uma vez, em sua 8ª edição, o resultado esperado, de bons negócios e a geração de lucro a todos os envolvidos comercialmente. Segundo o presidente do Sindicato Rural, Pedro Panis, o acesso livre ao parque de exposições, com ingresso pago apenas para dois shows nacionais, foi um dos fatores que impulsionou o sucesso de público, que aproveitou a oportunidade para prestigiar o evento e desfrutar da programação oferecida.

Já o presidente da Comissão Central Organizadora (CCO), Marcelo Henrique Barison, avaliou que o fato da economia da região ser baseada na indústria e agropecuária, com destaque nacional, contribui para o potencial da feira, que a cada edição apresenta o que tem de melhor no segmento do agronegócio. Mesmo considerando a crise econômica que assola o país, Barison ressalta que os lucros obtidos na Expovale foram positivos, uma vez que um dos maiores objetivos da feira, além da oportunidade de negócios, é divulgar o produto catarinense, especialmente da região.

“Só no primeiro dia de feira contabilizamos mais de R$ 1,5 milhão em negócios realizados somente no setor de veículos e máquinas.” Segundo Barison, além dos negócios realizados diretamente com os expositores, a feira oportuniza desde a sua organização até a realização efetiva do evento inúmeras oportunidades de empregos diretos e indiretos. “Para que a feira acontecesse efetivamente e tivéssemos recursos para sua realização promovemos pequenos eventos antes da sua realização, como a escolha das realezas da festa, uma feira de gado de corte, uma cavalgada, entre outros encontros que destinaram recursos para a Expovale.

Ao todo a feira teve um custo aproximado de R$ 1 milhão.” Ao enaltecer o empenho dos organizadores, o prefeito Nilvo Dorini (PMDB) destacou a importância da Expovale para a economia da região, especialmente para os 22.327 mil habitantes de Capinzal. “Essa é uma iniciativa que abrange indústria, comércio, prestação de serviços, pecuária, entre outros segmentos, com o principal objetivo de valorizar a classe produtora e de serviços que contribui para o desenvolvimento do município e região.”

Visão parlamentar
Natural de Capinzal, o deputado Cesar Valduga (PCdoB) aproveitou a ocasião para destacar o reconhecimento do município na economia brasileira. “É visível o crescimento da agroindústria no Meio Oeste catarinense. Além da agropecuária, da agricultura familiar, do agronegócio, o parque industrial metal-mecânico está em franco desenvolvimento, colocando Capinzal em referência nacional.”   

Os deputados Romildo Titon (PMDB) e Neodi Satretta (PT) também prestigiaram o evento. Segundo Titon, a Expovale é uma marca referência para Capinzal e sua produção. “Temos aqui uma das maiores indústrias de alimentos do mundo, a Brasil Foods (BRF),  que impulsiona a cadeia produtiva da região.” Já Saretta parabenizou a organização da feira, lembrando que em momentos de dificuldades, como a que o país vive, é que se precisa mostrar as riquezas do estado.   

Expositores da indústria e comércio
Ao destacar que a receita destinada ao sindicato e a comissão organizadora é feita através da alimentação e a venda de espaço para os expositores, Barison destacou que a Expovale 2017 contou com a participacão de  88 expositores. Segundo ele, os estandes foram disponibilizados em duas modalidades, com áreas de 9m² e de 12m², em espaço interno, no pavilhão Celso Jair Jaskiu, e externo, em estrutura especialmente montada com cerca de 800m² de área instalada.

Classificando o espaço dos expositores como “expofeira de indústria e comércio”, Barison informou que ao todo foram 46 estandes de 9m² e 42 espaços de 12m². Os preços médios de comercialização das áreas comuns, excetuando-se os espaços situados nos acessos e esquinas do pavilhão da indústria e comércio, foram a partir de R$ 1.300,00 para os estandes de 9m² e a partir de R$ 1.600,00 para os estandes de 12m², contemplando disponibilidade de internet pelo sistema de fibra ótica. “Além de potencializar a agenda do agronegócio, o Sindicato Rural também pretende impulsionar a área da indústria e comércio, setores que sempre alavancaram a nossa expofeira multissetorial.”

Parceiros
A Expovale 2017 contou também com o apoio da Associação Empresarial do Baixo Vale do Rio do Peixe (ACIRP), Associação de Micro e Pequenas Empresas de Capinzal e Ouro (Ampeco), CDL, Moto Clube Capinzal e Ouro e Jeep Clube.

Agência AL