IDMS Cidades

Benedito Novo registrou queda no IDMS 2016

Benedito Novo tem IDMS 2016 abaixo da média estadual, ocupando a 189ª colocação no ranking estadual

Capinzal tem IDMS bem acima da média estadual

Município avançou no aspecto Sociocultural e ocupa, hoje, a 102ª posição no ranking catarinense

Depois de um grande avanço, Maracajá recuou no IDMS

Depois de um espetacular salto de 2012 para 2014, Maracajá recuou para 0,550 no último levantamento

Nova Veneza subiu 76 degraus na classificação geral

Saltando para a 30ª colocação, a cidade mostra constante crescimento na série histórica do IDMS

Ituporanga tem IDMS bem acima da média estadual

O município galgou mais de 90 posições nos últimos dois anos, ocupando hoje a 54ª colocação no ranking

Fraiburgo evoluiu em quase todos os indicadores

De 2014 para 2016, Fraiburgo escalou 48 degraus, chegando ao IDMS de 0,614, que é acima da média estadual

Depois de um notável salto, Urubici recuou em 2016

Com IDMS de 0,533, Urubici ocupa a 260ª colocação no ranking. Seu melhor desempenho está no aspecto Sociocultural

Garopaba apresenta trajetória ascendente no IDMS

Com indicador de sustentabilidade acima da média estadual, o município ocupa a 107ª colocação na classificação geral

Maravilha registrou importante avanço nos últimos dois anos

O município oestino evoluiu no aspecto Sociocultural graças ao aumento nos indicadores da Habitação

Tunápolis avançou em 2014 mas recuou em 2016

Por conta da queda nos indicadores de sustentabilidade nos últimos dois anos, Tunápolis caiu para a 155ª colocação

Braço do Norte caiu nove degraus em relação a 2014

Braço do Norte tem IDMS bem acima da média estadual, ocupando a 35ª posição no ranking dos municípios catarinenses

Itajaí saltou da décima para a terceira posição no ranking

Com IDMS de 0,766 alcançado em 2016, Itajaí conquistou a terceira maior pontuação na classificação geral

Navegantes galgou três posições no ranking

O município tem IDMS bem acima da média estadual ocupando, hoje, a oitava colocação

Joaçaba tem IDMS alto mas recuou no último levantamento

A cidade caiu da primeira para a quinta posição no ranking dos 295 municípios catarinenses

Itapiranga vem perdendo pontos na série do IDMS

Itapiranga tem IDMS acima da média estadual, porém, mostra trajetória descendente

Palhoça mostra trajetória ascendente no IDMS

Município tem índice de sustentabilidade bem acima da média estadual, ocupando a 28ª posição no ranking estadual

Gaspar tem o 18º melhor IDMS do estado

O município mostrou, porém, ligeira oscilação na série histórica, passando de 0,714 para 0,713 no último levantamento

Otacílio Costa registrou queda de 2014 para 2016

À exceção do aspecto Ambiental, município perdeu terreno em todos os demais indicadores

Campos Novos caiu da 16ª para a 41ª posição no ranking

Depois de um importante salto, de 2012 para 2014, Campos Novos recuou nesse último levantamento, mas mantém IDMS bem acima da média catarinense

Tubarão tem trajetória ascendente no IDMS

Tubarão escalou 119 degraus no ranking dos 295 municípios catarinenses, garantindo, no último levantamento, a 48ª posição

Seara recuou cinco posições na classificação geral

Seara tem IDMS acima da média estadual, porém, mostra trajetória descendente na série histórica desse indicador de sustentabilidade

São Miguel do Oeste caiu da 46ª para 142ª no ranking

O município teve vigoroso crescimento de 2012 para 2014, quando saiu de 0,608 para 0,672, mas registrou forte queda nos últimos dois anos

Curitibanos mostra trajetória ascendente na série do IDMS

Curitibanos tem Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável próximo ao da média estadual e saltou da 177ª para 147ª posição no ranking

Tijucas tem IDMS pouco acima da média estadual

O município ocupa a 133ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses e mostra trajetória oscilante

Timbé do Sul caiu para a 216ª posição no ranking estadual

O município perdeu pontos em todos os indicadores de sustentabilidade. Na área ambiental, saiu de 0,661 para 0,494

Dionísio Cerqueira registrou queda de 2014 para 2016

O município tem IDMS bem abaixo da média estadual, perdendo terreno em quase todos os indicadores

Ermo avançou no IDMS de 2014 mas caiu em 2016

Município localizado no sul do estado recuou de 0,666 para 0,591 no último levantamento

Chapecó tem IDMS bem acima da média estadual

O município saltou da 120ª para a 21ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses

Guaraciaba mostra trajetória oscilante na série histórica

De 2012 para 2014, o índice teve um notável salto, mas recuou em 2016. Com isso, Guaraciaba caiu para a 229 ª posição

Praia Grande tem IDMS próximo à média estadual

O município, que fica no Sul do estado, ocupa, hoje, a 145ª colocação no ranking das 295 cidades catarinenses

Videira tem IDMS bem acima da média catarinense

Com trajetória ascendente na série histórica do IDMS, Videira ocupa, hoje, a 37ª posição no ranking estadual

São José tem IDMS bem acima da média estadual, ocupando a 18ª posição no ranking

São José registrou sua maior evolução de 2012 para 2014, quando o IDMS saltou de 0,683 para 0,713. De lá para cá, manteve o desempenho

Bom Retiro registrou queda importante nos indicadores de sustentabilidade

Bom Retiro caiu da 159ª para a 210ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses. O maior recuo ocorreu no aspecto Político Institucional

Vidal Ramos, publicado pelo jornal A Comarca

Vidal Ramos tem IDMS acima da média estadual. Seu melhor desempenho está no aspecto Sociocultural, que evolui de 0,742 para 0,790

São Lourenço do Oeste, publicado pelo jornal Destaque Regional

O município recuou de 0,624 para 0,594, despencando da 130ª para a 172ª colocação no ranking estadual

Santa Terezinha, publicado pelo jornal Vale Oeste

Depois de um notável salto, quando saiu de 0,520, em 2012, para 0,545 em 2014, o IDMS recuou para 0,510 no último levantamento

Blumenau, publicado pelo Jornal de Blumenau e Região

Blumenau tem IDMS bem acima da média estadual, mas perdeu a vice-liderança conquistada em 2014. Hoje, ocupa a 7ª posição no ranking estadual

São Martinho, publicado pelo jornal O Regional Sul

São Martinho tem IDMS acima da média estadual. Subiu 73 degraus no ranking dos 295 municípios catarinenses, ocupando, hoje, a 119ª colocação

Florianópolis, publicado pelo jornal Notícias do Dia

Florianópolis tem IDMS bem acima da média estadual. Ocupa a 14ª posição no ranking e seu melhor desempenho está na área Ambiental

Balneário Camboriú, publicado pelo jornal Linha Popular

Com IDMS bem acima da média estadual, Balneário Camboriú ocupa a 29ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses

Urussanga, publicado pelo jornal Panorama

Urussanga tem IDMS bem acima da média estadual. Subiu da 94ª para a 31ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses

Nova Trento, publicado pelo Jornal Razão

Nova Trento tem Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável acima da média estadual, porém, registrou importante queda nos últimos dois anos

Turvo - publicado pelo jornal Sul Catarinense

Turvo ocupa a 154ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses, descendo três degraus, em relação ao levantamento de 2014

Rio do Campo, publicado pelo jornal Vale Oeste

De 2012 para 2014, o IDMS de Rio do Campo teve importante aumento, passando de 0,578 para 0,620. Em 2016, recuou para 0,605

Morro da Fumaça, publicado pelo jornal Folha Regional

Morro da Fumaça tem IDMS bem acima da média estadual, mas, depois de um notável salto, de 2012 para 2014, o indicador recuou em 2016

Jaraguá do Sul, publicado pelo jornal O Corupaense

Jaraguá do Sul avançou na grande maioria dos indicadores e ocupa, hoje, a primeira colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses

Balneário Arroio do Silva, publicado pelo jornal Gazeta do Arroio

Balneário Arroio do Silva ocupa a 241ª colocação no ranking e seu melhor desempenho é no aspecto Sociocultural

Timbó, publicado pelo Jornal do Médio Vale

Timbó ocupa a 9ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses e mostra trajetória ascendente na série histórica do IDMS

Santa Rosa de Lima, publicado pelo jornal Folha do Vale

Com constante crescimento nos indicadores de sustentabilidade, Santa Rosa de Lima subiu 20 degraus no ranking, ocupando, hoje, a 69ª colocação

Rio Negrinho, publicado pelo Jornal do Povo

Rio Negrinho tem IDMS bem acima da média estadual, porém, mostra dificuldade em avançar nos indicadores de sustentabilidade

Palmitos, publicado pelo jornal Expresso do Oeste

Palmitos registrou considerável salto nos últimos dois anos, subindo quase cem degraus no ranking dos 295 municípios catarinenses

Araranguá, publicado pelo jornal Sul Catarinense

Depois de um notável avanço, de 2012 para 2014, Araranguá recuou no último levantamento, caindo para a 204ª colocação no ranking estadual

Balneário Camboriú - Costa Verde e Mar

Balneário Camboriú tem IDMS bem acima da média estadual, ocupando a 29ª colocação no ranking do estado. Seu melhor desempenho está no aspecto Sociocultural

Indaial, publicado no jornal O Indaialense

Indaial tem IDMS bem acima da média estadual e subiu para a 42ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses

Mafra, publicado pelo jornal Diário do Riomafra

Mafra tem IDMS abaixo da média estadual por conta de uma queda importante nesse indicador, nos últimos dois anos

Coronel Freitas, publicado pelo jornal Tribuna da Gente

O município tem IDMS pouco acima da média estadual. O maior impulso ocorreu de 2012 para 2014, quando a pontuação saltou de 0,588 para 0,615

Sombrio, publicado pelo jornal Sul Catarinense

Sombrio tem IDMS abaixo da média estadual, porém apresenta trajetória ascendente na série histórica desse indicador de sustentabilidade

Presidente Getúlio, publicado pelo Gazeta Vale das Cachoeiras

Presidente Getúlio tem IDMS bem acima da média estadual e mostra vigoroso crescimento nos indicadores desde o início da série histórica

Armazém, publicado pelo jornal O Regional Sul

Armazém mostra trajetória ascendente na série histórica do IDMS, subindo da 170ª para a 130ª posição no ranking dos 295 municípios do estado

Corupá, publicado pelo jornal O Corupaense

Com IDMS de 0,671, Corupá subiu 66 degraus no ranking dos 295 municípios catarinenses, ocupando, hoje, a 32ª colocação

Canelinha, publicado pelo Jornal Razão

Canelinha ocupa a 209ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses. Seu melhor desempenho no IDMS 2016 é no aspecto Sociocultural

Iporã do Oeste, publicado pelo Jornal Expressão

Iporã do Oeste tem IDMS bem próximo ao da média estadual e vem melhorando, ano a ano, a pontuação na série histórica desse indicador

Schroeder , publicado pelo jornal O Corupaense

Schroeder tem Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável acima da média estadual, mas caiu para a 104ª colocação no ranking estadual

Mirim Doce, publicado pelo Jornal Vale Oeste

No IDMS 2016, Mirim Doce subiu 74 degraus no ranking dos 295 municípios catarinenses, ocupando, hoje, a 120ª posição

Rio Fortuna, publicado pelo jornal Folha do Vale

Rio Fortuna tem IDMS acima da média estadual e registra o maior índice de participação social na política de todo o estado

Anchieta, publicado pelo Jornal da Fronteira

Anchieta caiu da 186ª para a 267ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses. A mais expressiva retração ocorreu no aspecto Ambiental

Itapema, publicado pelo Jornal Razão

Itapema ocupa a 20ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses, mas registrou importante queda nos últimos dois anos

Coronel Martins, publicado pelo Jornal do Povo

Coronel Martins tem Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável bem abaixo da média estadual, porém mostra evolução constante

Alfredo Wagner, publicado pelo jornal A Comarca

Alfredo Wagner ocupa a 275ª posição no ranking estadual. Seu melhor desempenho no IDMS 2016 está no aspecto Sociocultural

São Francisco do Sul, publicado pelo jornal Correio Francisquense

São Francisco registrou considerável salto nos últimos dois anos, pulando para a 16ª posição no ranking estadual

Sangão, publicado pelo jornal Folha Regional

Em quatro anos, Sangão subiu apenas nove degraus no ranking dos 295 municípios catarinenses, ocupando, hoje, a 272ª posição

Salete, publicado pelo jornal Vale Oeste

Salete caiu para a 198ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses. O maior recuo ocorreu no aspecto Ambiental

Balneário Gaivota, publicado pelo jorna Sul Catarinense

Balneário Gaivota ocupa a 269ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses. Seu melhor desempenho está no aspecto Sociocultural

São Joaquim, publicado pelo jornal A Tribuna

São Joaquim tem IDMS abaixo da média estadual, porém apresenta trajetória ascendente na série histórica nesse indicador

Santa Terezinha, publicado pelo jornal A Tribuna do Vale

Santa Terezinha caiu para a 279ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses. Mesmo assim, a cidade conseguiu evoluir no aspecto Sociocultural

Grão Pará, publicado pelo jornal Folha do Vale

Grão Pará tem IDMS abaixo da média estadual, mas escalou 17 degraus no ranking catarinenses, ocupando, hoje, a 168ª colocação

São Bento do Sul, publicado pelo Jornal Liberdade

São Bento do Sul ocupa a 51ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses. Seu melhor desempenho está no aspecto Sociocultural

Itaiópolis, publicado pelo jornal Folha de Itaiópolis

Itaiópolis tem Índice de Desenvolvimento abaixo da média estadual, por conta de uma trajetória oscilante na série histórica do IDMS

Pouso Redondo, publicado pelo jornal Vale Oeste

Pouso Redondo tem IDMS abaixo da média estadual. De 2012 para 2014, o índice teve um importante avanço, mas em 2016, recuou.

Porto Belo, publicado pelo Jornal Razão

Porto Belo subiu vinte degraus no ranking dos 295 municípios do estado, ocupando, hoje, a 10ª colocação. Seu melhor desempenho está no aspecto Ambiental

Araquari, publicado pelo jornal Correio Francisquense

Depois de um notável salto, quando saiu de 0,600, em 2012, para 0,671, em 2014, Araquari registrou uma espantosa queda em 2016

Pinhalzinho, publicado pelo Imprensa do Povo

Pinhalzinho subiu 72 degraus no ranking estadual, ocupando, hoje, a 65ª colocação. Seu melhor desempenho está no aspecto Sociocultural

São Ludgero, publicado pelo jornal Folha do Vale

São Ludgero tem IDMS bem acima da média estadual e apresenta evolução consistente nos indicadores de sustentabilidade

Correia Pinto, publicado pelo jornal Nossa Terra

Correia Pinto tem IDMS abaixo da média estadual. De 2012 para 2014, o índice teve um importante avanço, mas em 2016 recuou para 0,599

Timbó, publicado pelo jornal Café Impresso

Timbó ocupa a 9ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses e mostra trajetória ascendente na série histórica do IDMS

Caçador, publicado pelo Jornal Extra

Caçador tem IDMS próximo ao da média estadual. Seu melhor desempenho está no aspecto Sociocultural, que avançou em relação a 2014

Bombinhas, publicado pelo Jornal Razão

Bombinhas tem IDMS bem acima da média estadual, porém, de 2014 para 2016, caiu da 4ª para a 6ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses

São Domingos, publicado pelo Jornal do Povo

O município teve o maior impulso de 2012 para 2014, mas nos últimos dois anos não evoluiu, Ocupa, hoje, a 218ª colocação no ranking do estado

Papanduva, publicado pelo jornal A Semana

Papanduva tem IDMS abaixo da média estadual. Ocupa a 239ª posição no ranking e mostra dificuldade para avançar nos indicadores de sustentabilidade

Gravatal, publicado pelo jornal Folha do Vale

Gravatal tem IDMS igual à média estadual, por conta de um importante avanço nos últimos dois anos, quando subiu 105 degraus no ranking do estado

Rodeio, publicado pelo jornal O Corujão

Rodeio teve vigoroso crescimento de 2012 para 2014, mas registrou espantosa queda nos últimos dois anos, caindo para a 153ª posição no ranking estadual

Joinville, publicado pelo Jornal de Iririú

Joinville saltou da sexta para a segunda posição no ranking dos 295 municípios catarinenses. Pontuação na Cultura é a maior do estado

Rio do Campo, publicado pelo jornal A Tribuna do Vale

Rio do Campo tem IDMS pouco abaixo da média estadual. De 2012 para 2014, o índice teve importante aumento, mas caiu em 2016

Piratuba, publicado pelo jornal Comunidade

Piratuba subiu dez degraus no ranking do estado, ocupando, hoje, a 24ª colocação. Seu melhor desempenho está no aspecto Sociocultural

São João Batista, publicado pelo Jornal Razão

São João Batista tem IDMS abaixo da média estadual. Depois de avançar de 0,593 para 0,605, de 2012 para 2014, o índice recuou para 0,588

Taió, publicado pelo jornal Vale Oeste

No âmbito Político Institucional, Taió avançou graças à melhora na avaliação da gestão pública. Já na Economia, a cidade perdeu terreno

São João do Oeste, publicado pelo jornal Força do Oeste

São João do Oeste tem IDMS acima da média estadual. O município manteve a boa avaliação na Educação e avançou na Saúde, na Cultura e na Habitação

Laguna, publicado pelo jornal O Pharol

De 2014 para 2016, Laguna caiu 108 degraus no ranking dos 295 municípios catarinenses, ocupando, hoje, a 206ª posição

Balneário Piçarras - Costa Verde e Mar

Balneário Piçarras tem IDMS bem acima da média estadual e mostra trajetória ascendente na série histórica desse indicador de sustentabilidade

Anita Garibaldi, publicado pelo jornal Correio dos Lagos

Anita Garibaldi galgou 64 posições nos últimos dois anos, saltando para a 213ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses

Camboriú, publicado pelo jornal Linha Popular

Camboriú tem IDMS bem acima da média estadual, porém, caiu da 24ª para a 56ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses

Ascurra, publicado pelo jornal Parole

Ascurra tem Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável ligeiramente acima da média estadual, porém, registrou espantosa queda de 2014 para 2016

Apiúna, publicado pelo jornal Cabeço Negro

Tem IDMS acima da média estadual. Ocupa a 68ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses, mas caiu 43 posições na classificação geral

Abelardo Luz, publicado pelo jornal O Falcão

Ocupa a 262ª colocação no ranking dos 295 municípios catarinenses e mostra lento crescimento na série histórica do IDMS

Imbituba, publicado pelo jornal Popular Catarinense

Imbituba tem Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável bem acima da média estadual, registrando um notável salto nos últimos dois anos

Pomerode, publicado pelo jornal Testo Notícias

Pomerode perdeu 16 posições na classificação geral, caindo da terceira para a 19ª posição no ranking dos 295 municípios catarinenses

Jaguraruna, publicado pelo jornal Folha Regional

Apesar do avanço na série histórica do IDMS, Jaguaruna ainda tem Índice de Desenvolvimento Municipal Sustentável abaixo da média estadual

Encontrados 107 registros